VIVO - Sociedade em Rede
Sociedade em Rede PDF Imprimir E-mail
Qua, 01 de Junho de 2011 00:00

Nas redes temos que pensar, principalmente, sobre interatividade e participação.

Fenomenologia da interação:
- clustering (aglomerar)
- swarning (enxameamento)
- cloning (imitação – inovar com cópia)
- crunching (contração, amassamento)

Small is powerful
Temos um delay pequeno do mundo

E nesses fenômenos, não sabemos como agir. Mas agradecemos a oportunidade de não sabermos juntos como lidar com as redes sociais. É uma ignorância coletiva. (Na Inglaterra não sabiam como iam fazer com tanto coco de cavalo, por exemplo). Pois é uma estrutura espontânea (improvável). Assim como as moléculas H + H + O formam água, não sabemos o final das ligações em rede.

 

Foi feito um estudo com grupos e sociedades. Existiam aqueles que liberavam a ocitocina (tinham prazer) e aqueles que não liberavam (eram competitivos). Descobriram que os povos que liberavam a ocitocina sobreviviam mais. Pra agregar valor e sobreviver por mais tempo no mundo virtual, tem que compartilhar...


As organizações em redes sempre existiram. Em 11 de setembro uma rede de 47 pessoas destruiu as torres gêmeas.